diretoria@dardi.com.br 55 11 3853-5729  -  55 11 3853-5728

Corte com Laser



O processo de corte a laser usa um raio laser forte e centrado, produzido por um diodo de laser. O raio laser de alta energia aquece a superfície do material e derrete rapidamente um capilar no material. O diâmetro do capilar responde ao diâmetro do laser utilizado. Durante o processo de corte, um gás auxiliar é usado para ejetar o material derretido a partir do corte. Como resultado, a qualidade e velocidade do corte são muito altas em comparação com outras tecnologias de corte.

Você pode escolher entre três tipos básicos:

01
Corte por Sublimação
No corte por sublimação, o raio laser leva o material ao seu ponto de vaporização diretamente (sublimação). Um gás de corte inativo (inerte) como o Nitrogênio, força o material derretido para fora do corte. Materiais típicos são, entre outros, madeira e plástico. Metais finos também podem ser cortados dessa maneira.

02
Oxicorte
O oxicorte (corte com oxigênio) é caracterizado pelo fato de que o material só é aquecido até sua temperatura de ignição. O oxigênio é utilizado como um gás de corte para que o material queime e forme um óxido que derreta por meio da energia adicional proveniente da queima. O oxigênio remove então os resíduos do corte. Um material típico é, por exemplo, o aço de baixa liga (aço macio).

03
Corte por Fusão
Para o corte por fusão, o material é derretido diretamente pelo raio laser. Assim como acontece com o corte por sublimação, um gás inerte, geralmente Nitrogênio, também é usado aqui para remover o material derretido do corte. Esse processo normalmente é usado para aços ligados (aço inoxidável).

Todos os processos têm em comum o fato de que, por causa do foco estreito do raio laser, a largura do corte (largura do entalhe) é muito pequena se comparada aos outros processos de corte térmico. Portanto, uma quantidade mínima do material é derretida e a energia do laser é usada de forma muito eficiente. A entrada de calor no material é, portanto, relativamente baixa de modo que mesmo pequenas geometrias possam ser cortadas. Além disso, a borda do corte é relativamente reta, o que dá alta precisão a todos os componentes no processo de corte.

Isso significa que o corte a laser é usado nas áreas mais diversas, mais precisamente, sempre que é necessária alta precisão na geometria do componente e na borda do corte. O laser é recomendado para chapas de aço com espessura de até 20 mm e sob certas circunstâncias até 25 mm. Principalmente para essa aplicação, são usados o laser CO2 e o laser de fibra. Para maior espessura, o corte a laser só faz sentido em aplicações especiais, pois geralmente nesses casos, outros processos de corte (oxicorte e plasma) são usados.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
• Espessura da chapa: 0,1 mm até 50 mm
• Típico: 0,5 mm até 20 mm
• A luz do laser pode ser bem direcionada entre 50 mm e 0,2 mm
• Radiação do laser: alta energia coerente e monocromática
• Densidade de potência muita alta (cerca de mW/cm2)
• Qualidade de corte entre média e alta (aspereza)
• Superfícies metalúrgicas perfeitas (oxidadas) ou superfícies metalicamente vazias (corte a gás inerte de alta pressão)
• Baixa entrada de calor
• Endurecimento dentro da zona afetada pelo calor (HAZ)

 
Av. Dr. Gastão Vidigal, 1132 Conjunto 609 A
Vila Leopoldina - São Paulo - Brasil
CEP 05314-000
55 11 3853-5729
55 11 3853-5728
Desenvolvido por InWeb Internet